COLEÇÃO DEBATES V.115: A ESTRUTURA DAS REVOLUÇÕES CIENTÍFICAS

( 0,00 )
Autor: THOMAS S. KUHN
Editora: PERSPECTIVA
Páginas: 264
Ano: 2010
Edição: 10

Este livro procura contribuir para o estudo da história das ciências e das ideias, reintegrando as revoluções sócio-tecnológicas e políticas do mundo contemporâneo, não só no seu processo estrutural específico como no contextual. Sumário - Prefácio; Introdução - Um Papel para a História; A Rota para a Ciência Normal; A Natureza da Ciência Normal; A Ciência Normal como Resolução de Quebra-Cabeças; A Prioridade dos Paradigmas; A Analogia e a Emergência das Descobertas Científicas; As Crises e a Emergência das Teorias Científicas; A Resposta à Crise; A Natureza e a Necessidade das Revoluções Científicas; As Revoluções como Mudanças de Concepção de Mundo; A Invisibilidade das Revoluções; A Resolução das Revoluções; O Progresso através de Revoluções; Posfácio - 1969; Os paradigmas e a estrutura da comunidade; Os paradigmas como a constelação dos compromissos de grupo; Os paradigmas como exemplos compartilhados; Conhecimento tácito e intuição; Exemplares, incomensurabilidade e revoluções; Revoluções e relativismo; A natureza da ciência.



Paypal    Google Site Seguro